Números da internet no Brasil impressionam

Mariana Queiroz

 Mais da metade da população do Brasil está conectada à internet e 91 milhões de brasileiros estão no Facebook.  Impossível ignorar esta realidade.

 

Os números falam por si. São 110 milhões de brasileiros que já estão ligados à internet, sendo que 85% destes acessam via banda larga.

Nada menos do que 45% dos usuários acessam diariamente, passando 30,3 horas por mês conectados, em média. (Estes são dados da conexão apenas em desktop, sem contar os conectados por smartphone).

Em se tratando de publicidade, a internet é o terceiro veículo de maior alcance, atrás da rádio e TV, levando a fatia de 15 a 20% de participação de verbas publicitárias.

Outros dados que impressionam: 31 milhões de brasileiros possuem três telas em casa – TV, computador e smartphone.

Mídias Sociais

No universo das mídias sociais, 66,9% acompanham as páginas e perfis de empresas, produtos e serviços para ter atendimento on-line quando precisar. As mesmas foram o quarto canal mais utilizado para falar com as empresas.

E qual deles é o mais acessado? Sem dúvida nenhuma, o Facebook, levando a fatia de 90,7% de acessos em relação às outras mídias sociais. São 91 milhões de brasileiros acessando seus perfis no Facebook, e a maioria destes (72 milhões!) estão acessando via smartphone, durante um mês. E sabe quantas pessoas acessam diariamente? 62 milhões de pessoas passam pela rede de Mark Zuckerberg todos os dias.

É bom não esquecer: acesso via smartphone é o filé mignon do marketing digital. Tudo o que pensarmos a partir de agora em se tratando de ações online, é preciso levar em conta o mobile.

Mais um dado relevante: 93,3% das pessoas no Facebook curtem páginas e empresas, produtos ou serviços, para saber as novidades e para apoiar as marcas que admira, sendo que 48,5% passaram a admirar mais depois que curtiram a marca no Facebook.

Estes são apenas alguns dados que coletamos para entendermos a força da internet e do marketing digital para o universo da comunicação e marketing das empresas.

Mas sempre é bom lembrar: Estamos nas mídias sociais para nos relacionar, muito antes de querer comprar produtos.  Para vender, as marcas precisam entender as pessoas e interagir com elas.

Então, mãos à obra. Temos muito trabalho pela frente!